|

Aproveitando que já estamos em novembro, conta pra gente: você já montou seu plano estratégico de negócios para 2020? Pois saiba que essa é uma etapa anual de extrema relevância para sua empresa, não importa de qual tamanho ela seja. E precisa ser feita o quanto antes!!

Um bom plano estratégico vai permitir que você seja pró-ativo no controle dos seus negócios, ao invés de reativo, que é o que acontece com a maioria das pessoas. Ele também articula seus objetivos, pontua como você os alcançará e direciona as ações da sua empresa, te ajudando a estabelecer e medir o sucesso do seu negócio.

Por isso, é importante que, ao longo do processo, você trace os objetivos que deseja alcançar e as decisões importantes que deverão ser consideradas no próximo ano, como definição de budget para cada área, estratégias de crescimento a serem adotadas e análise de mercado, entre muitas outras coisas.

Para te ajudar, separamos alguns pontos fundamentais, que garantirão o sucesso do seu planejamento:

Comece cedo

Não espere até dezembro ou janeiro para criar o plano de negócios do novo ano. Lembre-se que muitos de seus parceiros começam a fazer seus orçamentos ainda em outubro, definindo seus fornecedores e delimitando quanto gastarão com cada um deles. Não deixe para a última hora. 

Analise os resultados 

Faça uma análise completa das suas receitas e despesas deste ano e compare com a sua previsão inicial. Se esses números forem muito divergentes, busque entender o que aconteceu. Aproveite, também, para listar quais produtos ou serviços se saíram melhor, quais locais geraram mais vendas e quais esforços de marketing deram mais retorno. 

Crie projeções

Com os números atuais em mãos, tente analisar o mercado, o atual cenário econômico e verifique qual a probabilidade de seus clientes comprarem mais ou menos de você no próximo ano. Faça uma análise de crescimento também dos seus principais concorrentes e veja quais foram seus principais pontos fortes e fracos ao longo dos últimos doze meses. Depois, veja o que você pode fazer de diferente para minimizar os possíveis problemas que você tenha identificado. 

Defina seu orçamento

Depois de projetar suas vendas e despesas para o próximo ano, crie um orçamento detalhado que inclua suas projeções de entrada e saída, estimativas de reservas de caixa e disponibilidade de crédito, por exemplo. Analise seu lucro estimado e confira se você precisa reduzir seus custos, suas dívidas ou aumentar as metas de vendas. 

Liste seus novos objetivos

Finalizada a revisão do desempenho e a definição das projeções e do seu orçamento, liste agora seus novos objetivos para o próximo ano. 

Escrevê-los em um papel ou mesmo no computador, vai te ajudar a visualizar se eles são mensuráveis, realizáveis, relevantes e oportunos. Além disso, anotá-los também te ajuda a se comprometer verdadeiramente com eles. 

Defina suas metas da maneira que desejar – podem ser metas de curto prazo (para uma semana ou um mês), para o trimestre ou mesmo para o ano todo. Você também pode definir metas de longo prazo por três a cinco anos no futuro.

Uma boa dica para começar é pensar na seguinte pergunta: Onde você quer estar em x anos? Então, baseado na sua resposta, comece a traçar as formas que você tem de chegar lá. 

Boa sorte!!! 🙂

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *