| |

Quando você pensa em empreender, precisa estar ciente dos custos envolvidos nesse processo como, por exemplo, a montagem de uma estrutura física para atendimento de clientes/fornecedores.

Mas e aí, como decidir qual a localização ideal, tamanho do imóvel, quantidade de salas, infraestrutura necessária, etc, etc, etc?

Pois bem. Para começar, é preciso mapear onde está o seu público. Se você for um e-commerce ou um prestador de serviços online, seu público estará na internet e a estrutura física será apenas para a gerenciar a parte administrativa e financeira. 

Agora, se você precisa atender clientes neste local, é fundamental entender o perfil desse cliente. Onde ele mora? Quais lugares ele frequenta? Como ele se locomove? 

Todas essas perguntas podem te ajudar a posicionar a empresa num lugar que facilite o acesso dessa pessoa (seja oferecendo uma boa rota de transporte público, tendo ampla oferta de estacionamentos próximos ou estando em locais que esse público já frequenta, como galerias, shoppings, entre outros).

Feito esse mapeamento, é hora de entender sua necessidade como empresa: você precisa de um espaço amplo e com muitas salas diferentes? Ou apenas uma sala para abrigar o seu administrativo é suficiente? 

E se apenas uma sala já te atende, vale a pena alugar um imóvel completo só para você ou será que é melhor alugar uma sala num complexo já estruturado, para reduzir os custos?

Todas essas perguntas já irão te dar um bom parâmetro de como começar a estruturar seu negócio.

Depois disso, o próximo passo é pensar na infraestrutura que irá ajudar a compor sua lista de custos fixos, como água, energia, IPTU, telefone, internet, gastos com limpeza, recepcionista, etc.

Na sequência, é preciso listar os custos extras, como mobília, manutenções prediais, artigos de papelaria (canetas e papel sulfite, por exemplo), ar condicionado, impressora, computadores, entre inúmeras outras coisas que podem variar de acordo com a necessidade de cada um.

Alternativas

Após colocar tudo isso na ponta do lápis – e se assustar com os valores ou, em alguns casos, também com os prazos para deixar tudo em ordem – uma boa ideia é pensar em alternativas: por que não cogitar um coworking?

Num espaço de Coworking, toda a estrutura necessária para a montagem do seu negócio já está pronta. Você já tem uma boa localização (a maioria dos escritórios compartilhados fica em locais próximos ao centro, facilitando as questões de acesso), os gastos com a mobília são significativamente reduzidos e as contas fixas já estão todas inclusas. Você tem zero custo extra. 

Isso sem falar que você ainda reduz a burocracia, pois não precisa de fiador. E pode contar com uma sala exclusiva e totalmente privativa. 

Somando tudo, acredite, seus gastos podem ser facilmente reduzidos em até 50%.

Duvida? Pois a gente disponibilizou uma planilha de custos, totalmente editável, que vai te ajudar a calcular o valor do seu investimento em um escritório convencional e a comparação de quanto isso iria te custar num espaço de coworking.

Aproveite, também, e venha nos fazer uma visita para saber mais detalhes sobre os nossos pacotes de horas ou mensais. 

Estamos te esperando. 😉

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.